Treinamentos2020-01-21T16:16:15+00:00

Treinamentos

A PR ENGENHARIA realiza TREINAMENTOS nas organizações. A prática deve ser considerada um investimento, e não um custo para as organizações. O treinamento nas organizações serve para aliar gestores e colaboradores aos procedimentos da empresa, ao mesmo tempo em que desenvolve suas habilidades.

É durante uma capacitação que os colaboradores irão compreender os valores, a filosofia e as políticas da empresa. Muitas dessas informações vão auxiliar no desempenho dos serviços para que tudo seja realizado de acordo com as diretrizes da companhia. Dessa forma, o funcionário que passa por um treinamento está apto a exercer com mais qualidade as atividades diárias, já que possui um conhecimento mais aprofundado sobre sua área de atuação e isso gera ganhos para todos.

É importante destacar que a ausência de programas de aperfeiçoamento pode gerar prejuízos para as empresas, já que o exercício da função apenas por meio das experiências do dia a dia implica na prática de tentativa e erro até o alcance do resultado esperado. Logo, pode-se afirmar que promover treinamento é benéfico de diversas maneiras: poupa tempo e agiliza ações ao otimizar o trabalho, aumenta a produtividade, segurança e melhora significativamente a comunicação entre os setores.

Vantagens para o funcionário

O desenvolvimento pessoal vem acompanhado de motivação e disposição, ingredientes imprescindíveis para uma carreira profissional bem-sucedida. Nesse contexto, a prática de treinamento independe do currículo dos profissionais que compõe o quadro da instituição. Mesmo aqueles que possuem muitas qualificações precisam passar por uma capacitação direcionada para as normas da gerência. Portanto, todos devem participar, do iniciante ao mais experiente.

O aprimoramento serve ainda para que a liderança possa multiplicar os seus próprios conhecimentos em busca de um bem comum, desenvolvendo novas competências e relacionamentos interpessoais proveitosos. Assim, haverá mais profissionais preparados que conheçam bem a empresa e, consequentemente, mais chances de promoções dentro da própria unidade, minimizando a necessidade de recrutamento externo.

Pensando no futuro

O crescimento e o sucesso de qualquer organização estão relacionados com o desenvolvimento de seus funcionários. A meta para superar padrões e elevar a qualidade dos serviços passa por treinamentos constantes em que se compartilham novidades e métodos eficientes. Logo, o gestor que proporciona e transmite conhecimentos aos seus colaboradores enxerga além do presente, vislumbra novas possibilidades e oportunidades. Investindo em atualização, promove também uma gestão sustentável e mais lucrativa.

As pessoas são, sem dúvida, a parte mais importante de uma empresa, pois são elas que vão representar a empresa para os clientes. Afinal, não são as Empresas que fazem negócios com os Clientes, são as Pessoas que fazem negócios com as Pessoas.

A qualificação dos colaboradores e funcionários de uma empresa envolve tanto os profissionais que exercem os cargos da diretoria, gerência e supervisão, como também os funcionários da área de atendimento, e até de limpeza. O Treinamento deles, na maioria das vezes, é um serviço terceirizado prestado por uma consultora especializada em treinar pessoas.

O sucesso de um negócio depende do espaço físico, capacidade tecnológica, capital empregado e a capacidade do seu pessoal. Quanto mais avançada é a tecnologia investida na empresa, maior será a importância de capacitar os colaboradores que irão trabalhar com a essa tecnologia.

Para crescer profissionalmente e economicamente, é necessário que o homem aumente suas habilidades, capacidade intelectual e técnicas de trabalho. Esse processo de treinamento visa esses objetivos.

Capacitar é também treinar e visa direcionar o profissional a um processo de educação, reciclagem e alteração de comportamento. Por meio do treinamento profissional, o colaborador adquire características de pro atividade, conhecimento sobre as necessidades específicas da empresa, do setor e das normas vigentes, até mesmo, estar preparado para capacitar outras pessoas.

Benefícios causados pela capacitação de funcionários:

• Redução de custos;
• Ambiente de trabalho agradável;
• Diminuição na rotatividade de pessoal;
• Entrosamento entre os funcionários;
• Empresa mais competitiva;
• Empresa mais segura;
• Elevação na produtividade.

Investir na capacitação e treinamento dos funcionários da sua empresa, é investir no SUCESSO do seu negócio.

TREINAMENTOS-CURSOS / PALESTRAS MINISTRADOS COM EMISSÃO DE CERTIFICADO:

  1. GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE MINERAÇÃO;
  2. LEGISLAÇÃO MINERAL;
  3. PROSPECÇÃO, EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE ROCHAS ORNAMENTAIS;
  4. BENEFICIAMENTO DE ROCHAS ORNAMENTAIS;
  5. PROCESSOS DE BENEFICIAMENTO DE ROCHAS ORNAMENTAIS;
  6. PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA APLICADA AO SETOR DE ROCHAS ORNAMENTAIS;
  7. PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO APLICADA AO SETOR DE  ROCHAS ORNAMENTAIS – ABORDAGEM ESTRATÉGICA;
  8. CARACTERIZAÇÃO TECNOLÓGICA, USOS E APLICAÇÕES DE ROCHAS ORNAMENTAIS;
  9. GESTÃO DE MARKETING COMO FERRAMENTA COMPETITIVA;
  10. GESTÃO EMPRESARIAL – FOCO NA GESTÃO FINANCEIRA;
  11. IMPORTAÇÃO – FOCO FORMAÇÃO DE PREÇO DE IMPORTAÇÃO;
  12. ACORDOS COMERCIAIS – FOCO EM VISÃO GLOBAL;
  13. A COMPETITIVIDADE DAS EXPORTAÇÕES E AS QUESTÕES DE LOGÍSTICA;
  14. COMÉRCIO EXTERIOR – FOCO EM VISÃO GLOBAL DO PROCESSO;
  15. LOGÍSTICA EM COMÉRCIO EXTERIOR;
  16. ANÁLISE DE PROJETOS E INVESTIMENTO;
  17. GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS;
  18. GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS;
  19. GESTÃO DE SMS – SAÚDE, MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA DO TRABALHO;
  20. INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM SISTEMAS DE GESTÃO;
  21. EPI – EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL;
  22. PPRA – PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS;
  23. ANÁLISE E PERCEPÇÃO DE RISCOS;
  24. ANÁLISE E INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES;
  25. PRINCÍPIOS DA GESTÃO AMBIENTAL;
  26. ANÁLISE DE VIBRAÇÃO – MÉTODO E APLICAÇÃO;
  27. ULTRA-SOM – MÉTODO E APLICAÇÃO;
  28. LÍQUIDO PENETRANTE – MÉTODO E APLICAÇÃO;
  29. PARTÍCULAS MAGNÉTICAS – MÉTODO E APLICAÇÃO;
  30. ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS;
  31. FERROGRAFIA – MÉTODO E APLICAÇÃO;
  32. GESTÃO PRÓ ATIVA DA MANUTENÇÃO;
  33. PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO;
  34. LUBRIFICAÇÃO – MÉTODOS E APLICAÇÕES;
  35. MANUTENÇÃO PREVENTIVA;
  36. MANUTENÇÃO PREDITIVA;
  37. MÉTODOS E APLICAÇÕES DE ANÁLISES DE FALHA EM EQUIPAMENTOS;
  38. MECANISMOS DE AVARIAS E SUA PREVENÇÃO;
  39. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO – FOCO EM TECNOLOGIA PARA ORGANIZAÇÃO DE DADOS E  SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DO COMPUTADOR;
  40. MÉTODO DE ANÁLISE DE FALHAS PELA ÁRVORE DE FALHAS;
  41. CONFIABILIDADE DA MANUTENÇÃO;
  42. CUSTOS E ORÇAMENTOS;
  43. BALANÇO PATRIMONIAL – DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO, DEMOSNTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS, DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO;
  44. INDICADORES ECONÔMICO-FINANCEIROS;
  45. CONTABILIDADE GERENCIAL – VISÃO GERAL;
  46. SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO;
  47. GESTÃO DA PRODUÇÃO E OPERAÇÕES;
  48. ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO;
  49. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO;
  50. PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA APLICADA A MANUTENÇÃO;
  51. PIRÂMIDE DE FRANK BIRD E PREVENÇÃO DE ACIDENTES;
  52. APRENDIZAGEM E MUDANÇA DE COMPORTAMENTO;
  53. IMPORTANCIA DA CIPA – COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES;
  54. DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL;
  55. A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO;
  56. RELAÇÃO DA PSICOLOGIA COM A SEGURANÇA DO TRABALHO;
  57. RECRUTAMENTO E SELEÇÃO NAS EMPRESAS;
  58. TEORIA DA PERSONALIDADE;
  59. O AMBIENTE E AS DOENÇAS DO TRABALHO;
  60. MÉTODO DE APLICAÇÃO DOS 5 “S”: ORGANIZAÇÃO, ORGEM, LIMPEZA, PADRONIZAÇÃO E DISCIPLINA;
  61. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES NA SEGURANÇA DO TRABALHO;
  62. MÉTODO DE CONDUÇÃO DE REUNIÕES;
  63. MÉTODO DE ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS;
  64. A IMPORTÂNCIA DA EQUIPE NUMA EMPRESA;
  65. GESTÃO EM UMA EMPRESA;
  66. LIDERANÇA EM UMA EMPRESA;
  67. CONCEITO DE NEGOCIAÇÃO;
  68. ACIDENTE DO TRABALHO;
  69. CUSTO DO ACIDENTE DO TRABALHO;
  70. PREVENÇÃO DE ACIDENTES;
  71. MÁQUINAS E ACIDENTES DO TRABALHO;
  72. HIGIENE OCUPACIONAL;
  73. LEGISLAÇÃO E NORMAS TÉCNICAS – ASPECTO LEGAL;
  74. GERÊNCIA DE RISCOS;
  75. ERGONOMIA;
  76. PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS EM MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES;
  77. PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E EXPLOSÕES;
  78. PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE – FOCO EM ASPECTOS LEGAIS;
  79. CONTROLE DE POLUIÇÃO AMBIENTAL;
  80. AUDITORIAS INTERNAS DE SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE DO TRABALHO;
  81. A MANUTENÇÃO COMO ESTRATÉGIA NA CADEIA DE SUPRIMENTOS;
  82. ELEMENTOS DE MÁQUINAS;
  83. TECNOLOGIA DOS MATERIAIS;
  84. AUTOMATIZAÇÃO DO CONTROLE DA MANUTENÇÃO;
  85. SELEÇÃO E EMPREGO DE AÇOS;
  86. A IMPORTÂNCIA DO PREECHIMENTO DA ORDEM DE SERVIÇO;
  87. SOLDA: PROCESSOS, MÉTODOS E APLICAÇÕES;
  88. ACOPLAMENTOS MECÂNICOS;
  89. AJUSTES E TOLERÂNCIAS MECÂNICAS;
  90. ALINHAMENTO DE EIXOS;
  91. BALANCEAMENTO ESTÁTICO E DINÂMICO;
  92. BOMBAS HIDRÁULICAS;
  93. CABOS DE AÇO – USO, APLICAÇÃO, MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO;
  94. INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO;
  95. FATOR DE POTÊNCIA;
  96. GESTÃO – FOCO EM MOTIVAÇÃO;
  97. HIDRÁULICA E HIDROPNEUMÁTICA;
  98. A IMPORTÂNCIA DO ALINHAMENTO ENTRE EIXOS;
  99. ANÁLISE DE VIBRAÇÃO;
  100. FUNDAMENTOS DA LUBRIFICAÇÃO;
  101. LUBRIFICAÇÃO À GRAXA;
  102. MANUTENÇÃO EM CORREIAS EM “V”;
  103. MEIO AMBIENTE – ISSO 14001;
  104. METROLOGIA;
  105. MOTORES E GERADORES;
  106. PLANEJAMENTO – CRITICIDADE DE EQUIPAMENTO;
  107. POLIAS E CORREIAS;
  108. PREDITIVA – IDENTIFICANDO ESTÁGIOS DE FALHAS EM ROLAMENTOS;
  109. ROLAMENTOS – USO; APLICAÇÕES, CONSERVAÇÃO E MANUTENÇÃO;
  110. TEMAS PARA A REALIZAÇÃO DAS DDS (DIÁLOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA);
  111. SEGURANÇA EM ESPAÇOS CONFINADOS;
  112. SEGURANÇA EM USO DE PNEUS;
  113. SIMBOLOGIA ELÉTRICA;
  114. USO DE TABELAS DE ALINHAMENTO À LASER;
  115. USO DE TABELAS – FLANGES DE CALDEIRARIA;
  116. TERMOGRAFIA – BÁSICO DE INSPEÇÃO TERMOGRÁFICA;
  117. PROCESSOS DE FABRICAÇÃO – USINAGEM E FRESAGEM;
  118. PROCESSOS DE FABRICAÇÃO – TORNEAMENTO;
  119. MECÂNICA DE FROTA (ÔNIBUS E CAMINHÕES) – CONCEITOS BÁSICOS EM EIXOS DIAÂNTEIROS, DIREÇÃO, FREIOS, EIXOS TRASEIROS, EMBREAGENS, CAIXAS DE MARCHAS, CAIXAS INTERMEDIÁRIAS, CAIXAS DE TRANSFERÊNCIA E MOTORES;
  120. DESENHO TÉCNICO ASSISTIDO AO COMPUTADOR.
  121. NORMA REGULAMENTADORA – NR-01 – DISPOSIÇÕES GERAIS – FOCO EM ORDEM DE SERVIÇO;
  122. NORMA REGULAMENTADORA – NR-02 – INSPEÇÃO PRÉVIA; 
  123. NORMA REGULAMENTADORA – NR-03 – EMBARGO E INTERDIÇÃO;
  124. NORMA REGULAMENTADORA – NR-04 SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA E EM MEDICINA DO TRABALHO – SESMT;
  125. NORMA REGULAMENTADORA – NR-05 – COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES – CIPA;
  126. NORMA REGULAMENTADORA – NR-06 – EQIUPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL – EPI;
  127. NORMA REGULAMENTADORA – NR-07 – PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL – PCMSO;
  128. NORMA REGULAMENTADORA – NR-08 – EDIFICAÇÕES;
  129. NORMA REGULAMENTADORA – NR-09 – PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS – PPRA;
  130. NORMA REGULAMENTADORA – NR-10 – INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE;
  131. NORMA REGULAMENTADORA – NR-11 – TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS;
  132. NORMA REGULAMENTADORA – NR-12 – MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS;
  133. NORMA REGULAMENTADORA – NR-13 – CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO;
  134. NORMA REGULAMENTADORA – NR-14 – FORNOS;
  135. NORMA REGULAMENTADORA – NR-15 – ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES;
  136. ATIVIDADES E OPERAÇÕES PERIGOSAS;
  137. NORMA REGULAMENTADORA – NR-17 – ERGONOMIA;
  138. NORMA REGULAMENTADORA – NR-18 – CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO;
  139. NORMA REGULAMENTADORA – NR-19 – EXPLOSIVOS;
  140. NORMA REGULAMENTADORA – NR-20 – LÍQUIDOS COMBUSTÍVEIS E INFLAMÁVEIS;
  141. NORMA REGULAMENTADORA – NR-21- TRABALHO A CÉU ABERTO;
  142. NORMA REGULAMENTADORA – NR-22 – SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL NA MINERAÇÃO;
  143. NORMA REGULAMENTADORA – NR-23 – PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS;
  144. NORMA REGULAMENTADORA – NR-24 – CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO;
  145. NORMA REGULAMENTADORA – NR-25 – RESÍDUOS INDUSTRIAIS; 
  146. NORMA REGULAMENTADORA – NR-26 – SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA;
  147. NORMA REGULAMENTADORA – NR-33  – SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS;
  148. NORMA REGULAMENTADORA – NR-35  – TRABALHO EM ALTURA;
  149. OHSAS – SISTEMA DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO – REQUISITOS;
  150. NORMAS DE CARREGAMENTO INTERNO;
  151. CURSO PARA OPERADOR DE PONTE ROLANTE.

 

Agende uma visita sem compromisso.

[]
1 Step 1
Nome
Telefone
Escolha a melhor data.
Selecione uma data
date_range
Mensagemmore details
0 /
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right