Qualquer área de serviço, principalmente da engenharia, exige que o Ministério do Trabalho elabore leis e normas. Isso é realizado para garantir a prestação dos serviços de forma segura e viável, satisfazendo o colaborador para que não se sinta ameaçado durante determinada função. Por exemplo, a NR-35 garante a segurança dos funcionários que trabalham em alturas acima de 2 metros. Já a NR-13, serve para aqueles que realizam funções com caldeiras e vasos de pressão de compressores.

NR-13 o que é?

Essa norma foi criada em 8 de junho de 1978 e sofreu com alterações no decorrer dos anos, como foi o caso de 1984 e 2008. A mudança mais recente encontrada foi na portaria nº 1.082, de 18 de dezembro de 2018. No seu vigor, consta títulos de caldeiras e vasos de pressão.  As caldeiras são equipamentos que reduzem e acumulam valores sobre a pressão superior à da atmosfera. Os vasos de pressão podem ser determinados em classes divergentes:

Classe A: Fluidos inflamáveis como combustíveis e que possuem temperatura maior que os 200 ºC. Em suma, acabam sendo os mais tóxicos para a saúde humana.

Classe B: A temperatura deve ser inferior ao valor de 200 ºC, são classificados como 20 (vinte) partes por milhão (ppm).

Classe C: vapores e gases que podem ser asfixiantes.

Classe D: todas as outras opções que não forem encaixadas nas categorias acima e que também merecem a devida atenção.

Mas, qual é a importância de realizar os testes hidrostáticos nos vasos de pressão como manda a regulamentação da NR-13?

TESTE HIDROSTÁTICO PARA VASOS DE PRESSÃO

O teste hidrostático envolve pressão, água e algum líquido – fluido corrosivo. Deve ser aplicado com os equipamentos completamente desligados para testar se as soldas e vedações estão sendo aplicadas da forma correta.

Além disso, vale ressaltar que em um teste, aumenta-se a pressão em mais de 50% que o normal para conferir a veracidade das borrachas. Esses aumentos são realizados para garantir que não haverá explosões ou danificações enquanto os funcionários estão dentro de uma empresa.  Dessa forma, o teste hidrostático para vasos de pressão garante que não haverá vazamentos em condições normais e realiza o alívio das ferragens.

Vale ressaltar que deve ser realizado apenas por empresas de confiança. É necessário que os responsáveis pela aplicação tenham conhecimento técnico e materiais de qualidade. A marca contratada deve ter anos de experiência e veracidade, juntamente com a aprovação da Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos (Abende).

A água é utilizada no lugar dos gases, especialmente por não ser tóxica. Como consequência, se algum tubo se romper dentro da empresa, os aplicadores não correrão o risco de sofrer com choques térmicos assim como ocorreria se fosse com um gás comum.

Enfim, ficou com mais alguma dúvida sobre o assunto? Você pode entrar em contato com o a PR Engenharia para saber mais sobre! Ou então, leia mais sobre os artigos do nosso blog para ficar por dentro de normas regulamentadoras e notícias sobre construção civil segurança do trabalho clique aqui e saiba mais.

2021-01-28T19:48:09+00:00janeiro 28th, 2021|Notícias|